Salvaterra de Magos assinala Mês da Prevenção dos Maus Tratos na Infância

Em Sociedade

O mês de Abril é assinalado em muitos países como o Mês Internacional da Prevenção dos Maus Tratos na Infância. E também em Salvaterra de Magos, a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Salvaterra de Magos e a Câmara Municipal vão dinamizar um conjunto de iniciativas de sensibilização ao longo do mês de abril, à semelhança do que tem sido feito em anos anteriores, contando na edição de 2021 com a colaboração de diversos parceiros, entre os quais o CLDS4G de Salvaterra de Magos, os Agrupamentos de Escolas de Marinhais e de Salvaterra de Magos, a Escola Profissional de Salvaterra de Magos e a APAV.

O objetivo é alertar e sensibilizar a comunidade para a prevenção dos maus tratos a crianças e jovens, sejam eles alvo de violência física, psicológica ou sexual, presencialmente ou em contexto online, independentemente da sua idade, sexo ou estatuto socioeconómico. Ao mesmo tempo, pretende-se chamar à atenção para o número elevado de situações de exposição à violência doméstica, sendo esta também uma forma de mau trato infantil.

As iniciativas a realizar são:

– Afixação de laços azuis em edifícios municipais;

– Afixação de cartazes alusivos ao Mês da Prevenção dos Maus Tratos na Infância, nos mupis existentes no concelho;

– Iluminação com luz azul da fachada da Capela Real/ Edifício da CPCJ;

– Divulgação diária do Calendário dos Afetos pela página de Facebook da CPCJ, que tem por base desenhos de crianças em idade pré-escolar do concelho;

– Elaboração de um mural digital: ação integrada nas Oficinas de Inteligência Emocional desenvolvidas pela EMIC e pelos professores e alunos do 4º ano do 1º ciclo dos Agrupamentos Escolares de Marinhais e de Salvaterra de Magos;

– Distribuição de jogos de tabuleiro “Vamos Prevenir! As aventuras do Búzio e da Coral”, da autoria de Rute Agulhas, Nicole Figueiredo e Joana Alexandre, aos estabelecimentos de 1º ciclo dos Agrupamentos Escolares e à CPCJ do concelho;

– Dinamização de Webinar pela equipa do CLDS4G de Salvaterra de Magos em colaboração com a APAV sobre a temática “Consequências da exposição de Crianças e Jovens à Violência Doméstica”;

– Realização e divulgação de filme sobre a erradicação do trabalho infantil pela turma de Comunicação da Escola Profissional de Salvaterra de Magos;

– Representação filmada pelo curso de Animação Sócio Cultural da Escola Profissional de Salvaterra de Magos alusiva aos maus tratos infantis;

– História do Laço Azul contada por uma criança;

– Realização de Webinar de formação para técnicos, organização conjunta das CPCJ de Salvaterra de Magos, Coruche, Benavente e Almeirim.

A campanha do Laço Azul (Blue Ribbon) iniciou-se em 1989, na Virgínia, EUA, quando uma mulher norte americana (Bonnie Finney) amarrou uma fita azul na antena do carro, em homenagem ao seu neto, vítima mortal de maus-tratos. Com esse gesto quis “fazer com que as pessoas se questionassem”. A repercussão desta iniciativa foi de tal ordem que abril passou a ser o Mês Internacional da Prevenção dos Maus-Tratos na Infância.

A história que Bonnie Finney contou aos elementos da sua comunidade foi trágica: o seu neto já tinha morrido de forma brutal por ter sido espancado pela mãe e pelo namorado. E porquê azul? Porque, apesar do azul ser uma cor bonita, Bonnie Finney não queria esquecer os corpos cheios de nódoas. O azul, que simboliza a cor das lesões, servir-lhe-ia por isso como uma imagem constante na sua luta na proteção das crianças contra os maus-tratos.

Convidamos toda a população a juntar-se a esta campanha, criando um laço de cor azul, colocando-o numa porta, janela, varanda, ou outro local bem visível, e enviando uma fotografia do mesmo para o email cpcj.salvaterramagos@cnpdpcj.pt

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*