Estudo da Anacom mostra falhas na cobertura da rede de comunicações em Coruche

Em Região

A cobertura radioelétrica dos sistemas de comunicações móveis dos operadores MEO, NOS e Vodafone no concelho de Coruche é “inexistente”, “muito má” ou “má” em 11% dos valores registados num estudo realizado pelo regulador.


O estudo realizado pela Autoridade Nacional de Comunicações (Anacom), em quatro dias do mês de novembro de 2021, foi pedido pelo município de Coruche (Santarém), por “existirem problemas nas comunicações móveis, nomeadamente na deficiente cobertura disponibilizada pelos operadores móveis em chamadas de voz e no acesso à internet móvel”.
O relatório entregue hoje à autarquia afirma que os dispositivos móveis, com cartões SIM de todos os operadores, indicaram existência de sinal de rede na maioria do percurso de medições realizado, havendo, contudo, “freguesias/localidades onde um ou mais operadores não asseguram, de todo, qualquer cobertura, ou, assegurando, os seus níveis não permitem que possam ser classificados com qualidade superior a Muito Má / Má”.
Em cinco localidades – Brejoeira e Carapuçoões (freguesia de Santana do Mato), Malhada Alta (Coruche), Feixe (Couço) e Buinheira (S. José da Lamarosa) – não existe mesmo qualquer cobertura.
Dos 306 testes à velocidade de ligação à Internet realizados, 27% não puderam ser concluídos “devido a falta ou fraco sinal de rede ou tecnologia de baixo débito binário”, havendo uma grande variação dos valores de velocidade média de transferência de dados nas várias operadoras.


Os testes realizados “indicam claramente que este serviço é fraco, com muitos testes negativos e baixas velocidades de transferência de dados”, acrescenta.
Globalmente, cerca de 16% das tentativas de chamada não foram concretizadas, sendo que duas das operadoras, “apesar de terem apresentado sinal em quase todo o percurso, tiveram o pior desempenho no serviço de voz, tendo falhas, expectáveis, nos locais de má cobertura, mas também em locais onde o sinal é bom ou aceitável”, refere a Anacom.
A Anacom conclui que, se “já existissem acordos de ‘Roaming Nacional’ em Portugal (permitindo que os clientes de qualquer um dos operadores se pudesse conectar à estação base de outro operador quando a qualidade de sinal de rede do seu operador não fosse aceitável)” haveria “uma cobertura agregada de mais qualidade no concelho de Coruche”.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Recentes de Região

Feedback
Ir para Início